9 hábitos que estão criando suas rugas: do chiclete à posição do travesseiro

Pele lisinha, sem manchas e sem rugas: grande parte das mulheres sonha com isso e tenta se cuidar para manter a saúde da cútis em dia. Porém, existem alguns hábitos super nocivos e que podem estar acabando com a elasticidade da sua pele sem que você perceba. A revista americana Women’s Health citou nove desses comportamentos.

1. Mascar chiclete

O dermatologista Joel Schlessinger diz os movimentos feitos com o rosto por mascar chiclete constantemente podem causar rugas de expressão em longo prazo – principalmente e mais frequentemente ao redor do lábio inferior. Além disso, o hábito pode causar outros diversos prejuízos à estrutura bucal.

2. Esticar a pele para passar maquiagem

A maquiadora Donna Kelly explica que o rosto deve estar com expressão neutra e natural para ser maquiado – pense em como todo mundo vai te ver; certamente, não será com os olhos e boca esticados ou sobrancelhas erguidas. Ficar puxando a pele, principalmente ao redor dos olhos, vai gradualmente fazendo com que ela fique menos elástica.

3. Fumar

Pálpebras caídas, rugas ao redor dos olhos, olheiras, pele mais flácida: são esses alguns dos resultados visíveis dentre os diversos malefícios que o tabagismo causa ao corpo. De acordo com uma pesquisa da Case Western Reserve University, de Ohio, nos Estados Unidos, o cigarro provoca redução na produção de colágeno, prejudica a circulação sanguínea e diminui a espessura da pele. Esses efeitos fazem com que a pele fique menos elástica e prematuramente envelhecida.

4. Dieta com muito açúcar

O ditado “você é o que você come” é verdadeiro especialmente no que diz respeito à saúde da pele. A gastroenterologista Roshini Rajapaksa explica que as moléculas de açúcar “grudam” nas proteínas na pele – inclusive no colágeno – causando deformações e rigidez.

5. Consumo de bebidas alcoólicas

Segundo o cirurgião plástico James Marotta, o álcool desidrata a pele: é normal que depois de uma noite de bebedeira você note sua pele com menos viço – em longo prazo, este efeito pode se tornar permanente. A pele fica mais flácida e as rugas surgem justamente por conta dessa desidratação provocada pelo álcool. Além disso, bebidas alcóolicas prejudicam a produção de vitamina A, que é um importante antioxidante, fundamental para a regeneração das células e para a formação de colágeno.

6. Não tirar a maquiagem

Essa é velha, mas não custa reforçar. A maquiagem e a poluição acumuladas na pele obstruem os poros e destroem a elastina e o colágeno. Limpar, tonificar e hidratar a pele todos os dias é importantíssimo para deixá-la “nova” durante mais tempo.

7. Espremer espinhas e cravos

O melhor é deixar que eles saiam sozinhos, ou apenas aplicar um produto próprio para sua remoção, sem apertá-los. Cada vez que cravos, espinhas ou inflamações na pele são cutucados, a pele fica irritada e ferida, causando cicatrizes e rugas.

8. Não passar protetor solar

Faça chuva ou faça sol, a recomendação é sempre a mesma: protetor solar todos os dias. Uma mínima exposição aos raios solares, que estão presentes mesmo em dias nublados ou de chuva, pode levar à destruição das moléculas de colágeno, e isso causa rugas e marcas na pele.

9. Dormir com o rosto “enfiado” no travesseiro

A dermatologista Debra Saliman diz que ficar com o rosto muito colado ao travesseiro pode levar à formação de rugas na pele – amassá-lo por um longo tempo na fronha pode prejudicar a saúde da pele. Ela dá duas soluções: usar uma fronha de seda, cetim ou algum tecido em que a pele deslize, ou dormir de barriga para cima.

Esse post foi patrocinado pelo Renova 31. Saiba tudo sobre esse suplemento 100% natural baseado em colágeno hidrolisado 3 e 1 (o melhor tipo).

Crédito da imagem: Thinkstock

0Shares